30 anos

“Fazer 30 anos é, de repente, descobrir-se no tempo. Antes, vive-se no espaço. Viver no espaço é mais fácil e deslizante. É mais corporal e objetivo. Fazer 30 anos é passar da reta à curva, é passar da quantidade à qualidade, é passar do espaço ao tempo.”

Hoje completo 30 anos. Não sei, mas os 30 vem carregado de alguma simbologia forte que me faz parar e olhar para trás e para dentro.
A nostalgia é inevitável. Mas, a verdade é que nunca estive tão bem quanto agora. A menina insegura, emotiva demais e dependente foi vivendo tantas coisas pelos caminhos que foi escolhendo que chegou a um lugar que não pensou que chegaria: o de aceitação, de auto-confiança, de um estado cada vez maior de paz e serenidade. O finalmente sentir-se bem na própria pele, independente da opinião dos outros, com a consciência de que estou sempre tentando ser o melhor que posso ser como pessoa e como profissional. A cobrança própria ainda existe e às vezes judia, mas estou conseguindo ser cada vez mais gentil comigo mesma.

A minha gratidão à todas as pessoas que passaram pela minha vida. Até aquelas que me machucaram de alguma forma foram imprescindíveis para eu ser quem sou hoje. E o meu muito obrigada por todas as mensagens que recebi! Obrigada por tirarem um tempinho para me fazer sentir amada e deixar meu dia mais feliz!
Obrigada de coração!

Renata_Pineze_Fotografia_niver_30anos_naked_cake_sinop_mato_grosso_2

Renata_Pineze_Fotografia_niver_30anos_naked_cake_sinop_mato_grosso_1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *